Demi Lovato é entrevistada pelo Good Morning America (9 de setembro). Confira a tradução completa:

Prestes a lançar seu novo single “Ok Not To Be Ok” em parceria com Marshmello, Demi Lovato concede entrevista exclusiva ao Good Morming America. Confira:

Narrador: Para Demi Lovato, 2020 começou com um estrondo. Com o SuperBowl, o Grammys, e o lançamento de um single no topo dos charts, “I Love Me”.

Entrevistadora: E de repente, a pandemia começa. Como foram as primeiras semanas para você?

Demi: As primeiras semanas, na verdade foram um pouco confusas. Eu estava prepada para fazer meu comeback, lançar músicas que eu não lançava em anos, e falar sobre coisas que eu queria falar por muito tempo.

Narrador: Lovato passou mais de um ano longe dos holofotes, na jornada de sua recuperação, depois da sua overdose quase fatal em 2018.

Entrevistadora: Você sempre foi muito aberta sobre saúde mental, conscientização e lutas contra os estigmas, de onde você acha que isso vem?Você já se sentiu envergonhada pela sua doença?

Demi: Não necessariamente envergonhada, mas talvez um pouco constrangida por ter passado por algumas coisas, ou por algumas decisões que eu tomei, mas eu acho que isso é natural para qualquer um que cometeu erros e, tem uma doençã mental. Mas eu também sei, que uma parte de se livrar de estigma, é espalhar a consciencia sobre isso e falar sobre, por isso que é tão importante que eu estou compartilhando essas conversas e dando esse próximo passo com o “Talkspace”,

Narrador: Essa manhã, Lovato anunciou que está trabalhando como uma porta-voz para o “Talkspace”. Uma plataforma de terapia online, onde pessoas se conectam com terapeutas licenciados em seus aparelhos e conforto de suas casas.

Entrevistadora: Você teve algum momento, dia, ou semana particularmente difícil durante essa pandemia?

Demi: Eu acho que todo mundo teve. Eu não acho que alguém possa dizer que tiveram um tempo alegre, eu quero dizer, eu fiquei noiva, as coisas estão indo muito bem na minha vida pessoal mas eu ainda tenho tempos difíceis porque essa é a realidade da vida.

Narrador: Uma coisa que a cantora está certa, é de seu romance turbilhão, e noivado nesse verão com o ator Max Ehrich.

Demi: Nunca houve uma pessoa mais perfeita para entrar na minha vida e no tempo perfeito também.

Entrevistadora: Você fez 28 anos algumas semanas atrás, e uma das maneiras que você quis marcar a ocasião foi lançando uma campanha para exigir justiça para Breonna Taylor.

Demi: Nós entramos em um ano que é muito claro que silêncio é igual a violência, e nós não podemos mais ficar quietos. O que é importante para mim, é buscar por justiça na nossa sociedade por todo mundo que é oprimido. Eu quero usar minha plataforma para algo muito maior do que apenas cantar.

Entrevistadora: Queremos falar um pouco sobre a sua música. Alguma coisa que você possa nos contar sobre o novo álbum? Quando vai ser lançado?

Demi: Eu queria ter essa data secreta, mas não sei quando ele vai ficar pronto.

Entrevistadora: Para as pessoas que podem estar te assistindo, que estão sofrendo com depressão, ansiedade ou algum tipo de abuso de substâncias: qual é o seu conselho para elas?

Demi: Você absolutamente não está sozinho agora, existem mais pessoas do que nunca sentindo exatamente o que você está sentindo. Quando você está sofrendo, as vezes você tende a buscar soluções permanentes para problemas temporários, mas eles possuem um impacto duradouro que fazem um efeito cascata na vida de muitas pessoas. Existem pessoas que amam você e se importam com você que irão atender o telefone caso você ligar, e se não estiverem, ouça as minhas músicas que eu estarei lá por você.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.

Siga-nos

Twitter

Instagram

Facebook

© 2020 Portal Lovato | Design por Bruna Albuquerque | Codificação por Raphael Cardoso | Base: Royale News | Hospedagem por Flaunt